Hino a Gongogi

Nossos pais com ingentes trabalhos
Conquistaram outrora essas terras
Tão inversos lhes foram os atalhos
Desbravando rochedos e serras
Pra que um dia com todo carinho
A nós fossem legadas sem ônus
Terras férteis de amor, doce ninho
Somos seus portadores, seus donos

Camponês, operário, estudante
Bravos filhos de um nobre torrão
Pra bem alto elevemos avante
Gongogi nosso jovem rincão

Gongogi, berço amado e fecundo
Vasta flora de um rico matiz
Não há terra melhor nesse mundo
Que semblante o teu solo feliz
És portanto nos céus da Bahia
Uma estrela luzente, um fanal
Cujo facho de luz bem nos guia
É conquista do nosso ideal

Camponês, operário, estudante
Bravos filhos de um nobre torrão
Pra bem alto elevemos avante
Gongogi nosso jovem rincão

Para a glória do seu amanhã
Desfraldemos com garbo a bandeira
Levantemos galharda, altaneira
Nossa voz com vigor, com afã
De te ver entre as grandes potências
Majestoso e imponente a brilhar
Sejam pois essas nossas tendências
Um desvelo de amor singular

Camponês, operário, estudante
Bravos filhos de um nobre torrão
Pra bem alto elevemos avante
Gongogi nosso jovem rincão

Letra e música: Antônio Pereira Barbosa

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios